10º Miniconto - Alcoólatra Anônimo

Alcoólatra Anônimo

Apenas mais um drink, um consumo acelerado, antes cerveja agora vinho, depois absinto... São problemas em desatino, sem medo de perder o que se ganhou, uma desvalorização do produto, desistência dos filhos, da mulher e do emprego.
Estou perdido em um mar de festas, quero sair mais minha garganta não deixa, mas, eu sei que no fim é ela que vai me obrigar a isso. Aos pouco ela vai se fechar e inflamada pelo álcool me fazer perecer em uma esquina qualquer, em um buraco qualquer.
Só por favor, se me vir rastejando, mesmo que tenhas pena,  me deixa, não me separe da única chance que terei de não acordar doído no outro dia.




Autor: Felipo Bellini     Data: 25/06/2011       Motivo: felipobellini.blogspot.com
1