2ª Mensagem Direta: Texto e o Autor

O texto e o Autor

São comuns em minha caixa de e-mail o contato de pessoas que se preocupam comigo e que acreditam fielmente no quanto sou depressivo, triste, irônico, gótico, EMO e afins. Pessoas que me rotulam pelo que escrevo e esquecem que o texto é quase sempre ficcional.

Ontem eu recebi da Nanny*, leitora muito assídua do blog felipobellini.blogspot.com e da revista Dor Marginal, onde publico, me oferecendo um dia para conversar sobre o meu relacionamento, referente ao conto nº 28, Apenas Amigos:  http://felipobellini.blogspot.com/2011/08/28-miniconto-apenas-amigos.html

O fato é, que o meu relacionamento anda de vento em polpa, mas o que a Nanny não entendeu é que o texto é ficcional, e que o meu narrador não sou eu. Ele é algo que produzo para transmitir a sensação que desejo e que muitas vezes se altera pelas diferentes emoções que o leitor está sendo vitimado antes, durante e pós a leitura do texto.

Então, para não me estender muito nesse post, vou me dedicar a reclamar que, quando forem ler um texto narrativo, como um conto, um miniconto, uma crônica, um romance, uma peça de teatro, o leiam de forma profunda sem levar em consideração a biografia do individuo. Não entendam o sentimento transmitido pelo texto como a emoção do autor, mas sim como a emoção que o autor transmite. Não é porque eu escrevo um texto depressivo que obrigatoriamente eu sou depressivo e ainda visto preto e uso maquiagem e corto os meus pulsos. Não é porque eu escrevo um crônica criticando políticos que eu vou ser anti-política. Não é porque escrevi um texto sobre um velho e uma mulher andrógena que vivenciei algo do tipo. Assim como não tenho um relacionamento vazio apenas por ter escrito o miniconto: “Apenas Amigos”.

O escritor é mutante, passageiro e ator de muitas vidas. São arquétipos em que mergulhamos e naturezas que transformamos para por em papel milhares de vidas que são ricamente chamadas de “personagem” = “pessoa em ação”, “pessoa em imagem”.

Obs: A Nanny é um apelido e a pessoa aceitou que seu comentário fosse citado nesse artigo.

Autor: Felipo Bellini Souza        Criação: 04/09/2011     Objetivo: felipobellini.blogspot.com 
2