36º Miniconto - Mariposa


Mariposa

Na claridade natural do dia ele é pouco mais que um homem normal, com roupas claras e duplas laminas que tecem arte.... E à medida que a noite vem e se transforma, sua metamorfose acontece e faz das simples roupas uma armadura brilhante, onde  penas fazem do pavão um animal sem graça e a loira crina encanta homens comuns e centauros  noturnos.

E assim, ele e ela se perdem no mistério da noite, virando folclore dos maridos que sonham, mito dos que se enganam, semi deus das ruas e boates, mariposa!

Criação: 01/11/2011       Autor: Felipo Bellini Souza           Objetivo: www.felipobellini.com

Confira o áudio na voz de Ewerton Oliver - Professor de Inglês e Universitário - Twitter: @Oliveruk_
Ouça:
Baixe:
http://www.divshare.com/download/16107300-960
0