Pages - Menu

10 de mar de 2012

15ª Resenha Crítica - O Clube do Filme





Olá, leitores! Como estão neste sábado chuvoso? Bom tempo para ficar em casa assistindo a alguns filmes, não? Bom, hoje falarei sobre o livro O Clube do Filme, escrito pelo canadense David Gilmour (que não é o guitarrista do Pink Floyd, embora a história do livro possa servir perfeitamente de plano de fundo para a canção Another Brick in the Wall).

O livro contempla uma história real, que aconteceu com o autor e seu filho. David percebeu que seu filho Jesse estava desanimado e a se dar muito mal na escola, quando um dia decidiu dar ao garoto a escolha de abandonar a escola ou continuar nela. A primeira opção tinha, no entanto, uma condição: que Jesse visse três filmes por semana, escolhidos pelo pai, e não usasse drogas. Essa seria, a partir de então, a educação que receberia. Depois de cada filme, os dois discutiam pontos interessantes que observaram. O pai, sendo um crítico de cinema, se mostra bastante capaz nessa tarefa, escolhendo os melhores filmes e levantando temas relevantes. Na filmografia educacional, entre vários outros, constam filmes aclamados como Cidadão Kane, Apocalypse Now, O Poderoso Chefão, Beetlejuice, Por Um Punhado de Dólares, Ran e Bonequinha de Luxo.

Semana pós semana, enquanto vão vendo filmes juntos e convivendo diariamente, a relação pai e filho vai se tornando cada vez mais interessante. Jesse adquire maturidade enquanto David aprende muito sobre ser pai e torna-se dono de uma bela compreensão sobre o mundo do seu filho e dele participa como um valioso amigo e conselheiro com quem, além de ver filmes filmes, participa de diversas atividades, como viajar.

Jesse, é claro, é um garoto com uma vida completamente normal, mesmo que não participando mais de educação formal. Ele também passa por dificuldades que qualquer adolescente passa, em relação a sua identidade, seu sentido da vida, mulheres, pressão de grupo, amizades... Em todo tipo de problema que a vida possa trazer, o pai é capaz de mostrar pelos filmes, e também pela sua própria experiência, o que é melhor para seu filho e como ele deve se portar diante dos fatos da vida, sejam eles agradáveis ou insuportáveis. Em vários momentos, pai e filho voltam ao cinema para analisar coisas da vida real, resolver problemas e tomar decisões. Esse tipo de formação moral mostra surtir efeito em Jesse Gilmour. Ele se mostra mais auto-confiante e motivado que quando estava na escola, que na sua educação "abrangente" nunca pareceu abranger a ele mesmo.

O Clube do Filme é um livro principalmente sobre educação, arte, relações familiares, adolescência, valores morais e, claro, bons filmes. Podemos usá-lo como um questionamento do nosso sistema educacional e relembrar a importância da educação familiar acima de tudo. Estou certo que os cinéfilos a ler meu post já estão imaginando como seria bom ter tido a mesma educação que o Jesse. Eu digo que sim, seria ótimo se isso fosse possível aqui no Brasil! No Canadá, é perfeitamente possível, legal e aceitável uma educação doméstica (homeschooling). No nosso contexto, isso seria crime de abandono intelectual, enquadrado no Art. 246 do Código Penal, pois é obrigatória a inscrição do filho em idade escolar no ensino básico que tenha a aprovação do Ministério da Educação. Não creio que este seja um bom caminho. A experiência educacional domiciliar dos Gilmour, como muitas outras que se mostraram eficazes, mostra que o sistema educacional único é, sim, um caminho, mas não é o único que funciona, tampouco o melhor. Não há educação de tal forma abrangente que sirva a todas as pessoas. Um Clube do Filme, para alguns, é certamente mais apropriado que a escola tradicional.

O Clube do Filme pode ser adquirido na Livraria Cultura ou na Saraiva por R$ 24,90.

Ver também:

Como funciona o Homeschooling? - artigo de Katherine Neer (traduzido pelo HSW Brasil)


Film Education - organização britânica que promove o uso de filmes nos currículos escolares


O Homeschooling nos EUA (e no Brasil) - artigo de Isabel Lyman, autora do livro The Homeschooling Revolution, sobre educação domiciliar

Autor: André Marinho
Criação: 10/03/2012
Objetivo: www.ligadosfm.com
Postar um comentário