Pages - Menu

31 de mar de 2012

Reboot #2: Carta Potiguar

Bom dia, boa tarde e boa noite, queridos mochileiros das galáxias. Hoje, nessa coluna que recebe o nickname de Reboot, iremos falar de um dos sites mais polêmicos que já nasceram por estas bandas e tentar entender se criaturas fofinhas tem mais direitos do que criaturas humanas...

No começo era o verbo: alunos de Ciências Sociais discutindo pelos corredores da UFRN como os jornais e blogs do Rio Grande do Norte eram totalmente partidários, não existindo uma mídia de oposição política e imparcial eficiente por estas bandas. Então o verbo se tornou ação, criando um blog simples, com um visual não tão atraente assim e artigos feitos em sua maioria por aqueles estudantes que tiveram a idéia inicial.

E assim nascia, em 2010, o Carta Potiguar. Seu idealizador inicial, Daniel Menezes, já tinha a idéia de criar o blog desde 2009, mas como dizia Raulzito: "Sonho sonhado só é apenas um sonho...". Então, com a ajuda de sua patota, os caríssimos David Rêgo e Thiago Leite, o site foi oficialmente fundado em abril de 2010.

Depois de abrir uma Samanaú Prata pra comemorar, já que espumante é coisa de burguês, é que o trabalho árduo começou. Eu venho acompanhando o site há muito tempo e já até postei um texto lá sobre as leis anti-pirataria SOPA e PIPA. Lembro do começo do blog, numa época obscura, entre um layout feio e outro, em que a Carta era só uma lista de títulos dos artigos. Nada atraente, horrorível mesmo.

Mas hoje o site está uma lindeza que só vendo. Cresceu e se tornou um dos sites de maior influência de opinião do RN. Eles tem espaço em todas as redes sociais mais importantes - o que significa, para mim, Facebook e Twitter -, além de um canal do youtube que eu estou esperando pra ver um vlog ativo, um programa de comentários ou até um clipe com a galera dançando Cordel do Fogo Encantado, enquanto discutem a filosofia pós-Nietszscheana de nossos tempos.

Na Carta, qualquer assunto pode virar tema de discussão. Um exemplo claro disso foi a recente polêmica envolvendo um artigo publicado por Daniel Menezes:  Morte aos gatos! Poxa, eu nem precisei ler o artigo dele para concordar, pois é óbvio que os gatos são criaturas malignas. Todo mundo que passa o dia no 9gag sabe disso.

Entretanto, algumas pessoas discordaram veementemente do artigo, incluindo o ambientalista e vegan Robson Fernando de Souza, que publicou no seu blog um artigo em repúdio ao post "Morte aos gatos"Rapidamente a discussão esquentou entre Daniel e Robson nos comentários, mas o interessante disso tudo foi Daniel ter decidido postar o artigo de Robson na Carta tão prontamente a luta verbal se estabeleceu. "Não acredito no que você fala, vegetariano escroto, mas defendo o seu direito de dizê-lo e parar de encher o meu saco", seria mais ou menos o que Voltaire diria nos dias de hoje depois de uns copinhos de Samanaú.

A Carta Potiguar é provavelmente o exemplo mais claro e próximo de para o quê a internet realmente serve: um local de livre troca de informações  e experiências. Se você deseja que eles postem um artigo seu sobre algum protesto de cunho político-social ou sua experiência alucinante de quase-morte ao comer um ovo-cozido no centro de Natal, só precisa mandar um e-mail para: cartapotiguar@gmail.com. Rapidamente o sr. Menezes ou sua equipe de Woompa-Loompas revisores e editores irá ver se aprovam.

E por hoje é só pessoal. Críticas, sugestões ou citações de Batman nos comentários. Adeus e obrigado pelos peixes! ;)

Autor: Mozart Maia - Criação: 24/03/2012 - Objetivo: www.ligadosfm.com.br
Postar um comentário