Pages - Menu

31 de mai de 2012

Reboot #7: Pinterest

Bom dia, boa tarde e boa noite, meus caros Watsons. Nessa coluna misteriosa e inexorável que recebe o nome de Reboot, vamos falar de uma rede social definida em uma palavra: simplicidade.









Não é o twitter, não. Eu posso ser idiota, mas não idiota a ponto de pensar que algum de vocês, ratos de internet, não conhecem o twitter. Já o Pinterest é carne nova no pedaço e é bem provável que vocês não conheçam uma das redes sociais que mais cresceram de 2011 para 2012, com exceção daquele hipster chato que sempre dirá: "Ah, eu já usava o Pinterest antes de ser legal. Aliás, antes mesmo de ser inventado, eu já tinha criado uma coisa parecida..."

Mas o que diabos é um Pinterest? É de comer? De certa forma sim, já que é um banquete para os olhos(risos). Criado em março de 2010 e popularizado em 2011, foi eleito pela revista Time como um dos 50 melhores sites de 2011. É, como eu disse, uma rede social, uma forma de compartilhar informações e experiências que te interessam. E isso da forma mais simplificada possível: você viu uma imagem em um blog? Upload e pine ela, para que seus amigos vejam. Você viu uma fan art da Sakura Card Captors e quer que as pessoas saibam o tamanho do seu amor por esse mangá? Pine!

A lógica é muito simples, mas é totalmente absorvente. Imageboards - esses sites voltados para publicação e comentários de imagens - não são uma novidade. Vide o incrível, antiquíssimo e semi-pornográfico 4chan. A novidade é você marcar suas fotos com sua área de interesse, compartilhar, encontrar outras imagens parecidas sobre o mesmo assunto, ou seja, transformar isso em uma rede social! Outro diferencial do Pinterest é o formato em timeline progressiva que é tão adotado atualmente: quanto mais você desce o scroll mais imagens aparecem. E assim seu tempo de vida escorre, as horas passam e você ainda está vendo imagens engraçadas de PhotoBomb.

O trunfo final do Pinterest é aquilo que está tornando redes sociais como o facebook e twitter tão integradas ao nosso dia-a-dia na internet, e facilitando nossa vida ao usá-las. Os desenvolvedores do site o tornaram facil de acessar e de incluir em outros sites ou aplicativos. Muitos blogs e sites de design, fotografia e arte já incluem um plugin para que você possa pinar as fotos postadas, facilitando a divulgação dos autores e a aproximação destes sites com os seus fãs. Por outro lado, vemos uma torrente de apps para Android bizarros que apostam suas fichas na nova rede social. Coisas do além-túmulo, como aplicativos que mostram fotos de gatos fofinhos e outro que mostra imagens de carros e mulheres sensuais.

O Pinterest tem tudo para se tornar algo realmente popular, mas suas limitações são bastante óbvias. Há de se pensar se vale a pena investir totalmente na simplicidade ou alternar para uma plataforma com diversas mídias, como o Tumblr vem fazendo. E por hoje é só pessoal. Críticas, sugestões ou citações de mim mesmo nos comentários. Compartilhem-me! :p

Autor: Mozart Maia - Criação: 31/05/2012 - Objetivo: www.ligadosfm.com.br
Postar um comentário