1º As Histórias de Nossos Heróis - Filho bastardo de Carlos Cosa Nostra

Está é a coluna especial de verão que estamos introduzindo ao ligados. Aqui vocês conheceram quem faz parte da nossa esquipe e qual a história de cada um deles. Claro que vamos fazer isso com um teor de loucura, literatura e fantasia! Seja bem vindo a coluna "As Histórias de Nossos Heróis", hoje com a apresentação de o Filho bastardo de Carlos Cosa Nostra.



Filho bastardo de Carlos Cosa Nostra, adotado pelos Bellucci, o agora nomeado André Rodrigues desistiu da máfia em 1956, quando perdemos a guerra das famílias para o pai dele e decidimos viajar de motocicleta pela Europa oriental. No Brasil, curtindo as belezas tropicais, ele é um reconhecido professor de inglês, que fala russo, francês, italiano e outras línguas não menos importantes. Já leu todos os clássicos, da cultura ocidental e oriental e agora escreve para um blog qualquer e edita uma revista qualquer, na medida em que se planeja para gerencia uma nova família de canastrões!


Saiba mais sobre sua primeira aparição:



Tudo começou uma tarde de verão de 1955, tomava meu uísque alegado a medida que suava naquele maldito calor italiano. Minha cabeça ia longe... Na fumaça do charuto imagina a arapuca que a Cosa Nostra armava para minhas magras pernas... Quantos minutos ainda teria eu de vida após roubar toda uma carga de genuínas garrafas escocesas? Na minha cabeça já estaria muito longe a essa hora, mas o maldito motorista baleou o motor do carro na perseguição e embora tenha acertado sua orelha, meu Willys 1940 não durou mais que uns 12 quilômetros. O barulho começou a soar, malditos, não me deixaram nem terminar a garrafa! Pelos ruídos eram dois carros, sem dúvida mais modernos e arrojados que o meu, sem dúvida mais armados que eu... Mas eu era esperto, havia colocado as malas em cima de uma mesa bamba, e na menor possibilidade, todo aquele liquido precioso estaria perdido. Olhei pela fresta da porta, e percebi  não um, mas dois genuínos Pontiacs Torpedo 1948, aquilo não era a Cosa Nostra, eles não tinham tamanho bom bosto... E foi lá, saindo do banco do carona, segurando uma Winchester 44 com coronha em marfim que vi o russo dizer -Divide a carga carcamano!? - E eu sorri - Malditos Bellucci! Pensei que estavam mortos!

Confira as colunas de André Rodrigues aqui!

Obs: todo o conteúdo do Ligadosfm é autoral, e portanto foi criado e pertence a seus colunistas e equipe, então, antes de copiar e distribuir pela internet, tenha a certeza que está citando o autor dando a autoria ao LigadosFM.com

Autor: Felipo Bellini Souza    Criação: 22/01/2013    Objetivo: www.ligadosfm.com

0